Textbook da StatSoft

O “livro” sobre o qual vou comentar hoje talvez não seja exatamente um “livro”, porque inclui animações, tem uma estrutura de árvore (em vez de linear) e só existe em formato digital com links. Mas em minha opinião já foi a melhor e uma das mais completas fontes de pesquisa e aprendizado de Estatística. Atualmente, infelizmente, parece estar pior em alguns aspectos. Trata-se do Textbook da StatSoft (atualmente TIBC).

Durante um tempo, esse Textbook sumiu (ou talvez eu não o conseguisse encontrar). Fiz uma busca agora e vejo que ele ainda existe (ou voltou a existir), mas foi reformulado e um pouco piorado. Antes estava numa ordem didática, mas agora está em ordem alfabética. Esse “livro” cobre uma variedade bastante extensa de tópicos e subtópicos, com exemplos muito didáticos, explicações sucintas e claras. Mesmo eu não sendo fluente em inglês (na verdade, meu inglês é bem ruim), acho melhor aprender por este livro do que pelos livros em português que cheguei a conhecer. Não que os livros em português não sejam bons, mas esse me parecia ser o melhor.
A Dell adquiriu a empresa e mudou alguns detalhes, mas talvez alguns dos pontos importantes tenham sido preservados.

As principais vantagens que eu via no TextBook eram a abrangência e a qualidade didática, O Textbook cobria (e talvez ainda cubra) desde os conceitos mais básicos sobre média, desvio padrão, distribuição normal até tópicos de análise multivariada, redes neurais, machine learning, análise espectral etc. E cada um dos tópicos é desmembrado em vários subtópicos e subsubtópicos, com uma árvore de ramificações que possibilitava estudar o conteúdo num formato mais eficiente que um livro tradicional (que segue uma ordem linear).

Se quisesse estudar análise de clusters, por exemplo, poderia abrir o tópico de análises multivariadas e teria as opções de ANOVA, Análise fatorial, Análise fatorial hierárquica, análise de conglomerados etc. Escolheria o tópico, que abriria um novo leque de opções se preferia utilizar distâncias de Chebyshev, de Minkowski, de Mahalanobis, de Bhattacharyya, e ao escolher a opção tinha uma lista de métodos etc. Ao clicar em cada par de itens, havia explicações detalhadas sobre cada um, que podiam ser facilmente comparadas para decidir qual a configuração mais apropriada para a análise que se desejava fazer. Isso é muito mais eficiente do que o formato de um livro ou da maioria dos sites.

As explicações eram geralmente ilustradas com gráficos e tabelas, algumas vezes gráficos animados. Para meu gosto, o tamanho do texto era bastante apropriado, não muito curto a ponto de deixar dúvidas, nem muito longo a ponto de tomar tempo desnecessário com explicações em excesso.

Em 2005 eu sentia falta de conteúdos sobre Estatística Robusta e alguns tópicos de Estatística Bayesiana, não sei se foi ampliado nesse sentido, mas suponho que sim. Mas mesmo que ainda não inclua Estatística Robusta, o conteúdo é muito vasto.

O Textbook me parece mais prático e mais didático que a grande maioria dos livros de Estatística, talvez pelo fato de o TextBook ter sido inicialmente planejado para ser o manual do software Statistica e depois acabou se tornando uma espécie de livro didático. Acho curioso que antes de usar Python, “sempre” preferi o SPSS em vez do Statistica, mas o manual do SPSS, embora também seja bom e interessante, se limita a ensinar a usar o software SPSS, enquanto o TextBook ensina Estatística propriamente. Em relação ao Python (+R), pretendo comentar numa próxima oportunidade.

Estou nesse momento dando uma olhada na nova versão do TextBook, e um pouco preocupado, porque não estou gostando e estou com receio de estar fazendo uma recomendação que já foi muito boa, mas talvez agora tenha se tornado ruim. Se for o caso, peço desculpas pela má indicação. De qualquer forma, como já escrevi até aqui, vou postar mesmo assim, mas estou meio inseguro sobre o novo TextBook estar muito pior do que era antes.

Veja Também!