04 de abril de 2020

SATURNO V X COVID-19

 

Por Hindemburg Melão Jr. 

 

Desde o início do ano 2020, o IBOV acumula queda de -53,38%, se considerar as cotações dolarizadas, e -39,71% se considerar em reais. Com isso, a esmagadora maioria dos fundos brasileiros e internacionais acompanharam a queda, alguns com perdas maiores, outros com perdas um pouco menores. 
 
Os gráficos a seguir mostram uma seleção dos que são considerados os melhores, mais tradicionais e mais seguros fundos brasileiros: Verde Asset, Tempo Capital, Alaska Black, Geração Futuro L Par e Sparta. Embora Sparta habitualmente não seja considerado de baixo risco, é considerado um dos melhores, e no triênio de 2006-2009 foi o fundo com maior rentabilidade no mundo, justamente tirando proveito de um período de crise, porém o que foi interpretado na época como indicativo de uma notável estratégia, acabou se revelando um golpe de sorte, já que o bom desempenho não foi repetido nem de longe em crises posteriores, em particular na crise atual, em que o Sparta está amargando perda similar à do índice e de outros fundos.  

ontra os efeitos mais severos da crise, pelo menos sob o ponto de vista financeiro, e ainda por cima terem obtido 20% de lucro por suas contas estarem em dólares. 
 

tempo c api.png
sparta.png
geração futuro.png
alaska.png

 

O que podemos observar em todos esses gráficos, e bem pior nos fundos menos consagrados, é que não são capazes de diagnosticar grandes crises em seus estágios iniciais, nem de reagir com suficiente rapidez e precisão, de modo a evitar grandes perdas. 
 
Ao enfrentar uma crise séria, os fundos que eram classificados ingenuamente como de “baixo risco” revelam suas fragilidades e afundam como pedra, com prejuízos que ultrapassam 30%, 40% e até mais de 50%, e sem perspectivas de uma recuperação a curto ou médio prazo. Isso sem contar que o desastre está apenas começando e ainda há muito murmúrio e ranger de dentes pela frente. Agora os sites de rankings de fundos estão atualizando suas classificações de risco e qualificando os fundos que até 3 meses atrás eles mesmos classificavam como baixo ou baixíssimo risco, como sendo de alto ou altíssimo risco. Na verdade, estes fundos sempre foram de altíssimo risco, e a crise atual serviu apenas para tornar esse fato mais evidente, bem como para evidenciar a ineficiência dos critérios para avaliação de risco. 
 
Nesse cenário apocalíptico, o Saturno V está com lucro de +20,32% no ano de 2020. Embora não seja correto medir a performance em reais, como todos os fundos utilizam essa métrica, então para que a comparação seja justa precisamos padronizar o critério e medir a performance da mesma maneira. 
 
Não é apropriado medir o lucro em reais, por não ser uma unidade monetária estável, mas como todos os fundos e indicadores brasileiros utilizam essa métrica, então, para manter uma escala justa de comparação, os balanços nas contas que utilizam o Saturno precisam ser medidos da mesma forma. 
 
De qualquer maneira, a título de curiosidade, se a performance fosse medida em dólares, a conta de referência está 6,96% negativa em 2020, assim como a maioria das contas administradas pelo Saturno e nenhuma está negativa em mais de 10%. A conta com pior resultado em 2020 é a minha, por estar operando com risco 1,6x maior, consequentemente sofre perdas maiores. Mesmo assim, nenhuma conta está pior que -8% em 2020, que não está nada mal se comparar aos desempenhos dos principais fundos do país. E com a performance medida em reais, todas estão bastante positivas, entre +15% e +25%. 
 

 
Esta é uma situação muito interessante sob vários aspectos, para demonstrar que quando se tem uma boa estratégia, a alta rentabilidade não está necessariamente associada a alto risco. 
 
No caso do Saturno V, mesmo com rentabilidade anual média cerca de 20 vezes maior que o crescimento do IBOV, quando se atravessa uma crise de proporções mundiais, o IBOV despenca 40% enquanto o Saturno sobe 20%. Se considerar em dólares, o IBOV despenca 53% enquanto o Saturno cai apenas 7%. Isso deixa claro que o risco real do Saturno é muito menor que o de Buy & Hold, além de o Saturno ter performance muito superior. E a ilusão de baixo risco nominal vendida pelos bancos desaba como um castelo areia. As pessoas podem viver de ilusões sobre riscos por alguns meses ou anos, mas quando chega uma crise severa, a verdade acaba se impondo de forma implacável, devastando e assolando. 
 
O Saturno V é um clássico exemplo de altíssima rentabilidade e baixíssimo risco real, que atravessa grandes crises com resultados que não destoam muito da performance média em qualquer outro período, podendo oscilar ligeiramente para cima ou para baixo, mas em média preserva seu ritmo de crescimento com muito mais consistência, estabilidade e segurança. 
  
Mesmo com o Saturno abaixo das expectativas, pois ele geralmente é indiferente às crises e, em alguns casos, performa até melhor durante as crises, os resultados são extraordinariamente marcantes. Nenhum dos melhores fundos do brasil se mostrou minimamente robusto. 
 
O furação em EURCHF em 15/1/2015 foi um evento similar, porém muito mais trágico, no qual várias corretoras quebraram com prejuízos de mais de 100%, vários bancos e grandes investidores sofreram perdas bilionárias, enquanto o Saturno V perdeu cerca de 4% e já se recuperou com lucro no mês seguinte. Nem sempre as recuperações são tão rápidas, mas nesse caso de 2015 felizmente foi. 
 
As crises são imprevisíveis e inevitáveis, mas enfrentar as crises ao lado do Saturno é muito mais seguro. Eu gostaria de estar comemorando grandes lucros em dólares, em vez de pequenos lucros em reais, mas mesmo assim é gratificante saber que os clientes do Saturno estão atravessando essa situação com muito maior segurança do que os demais investidores. 
 
Esperamos que o Saturno continue se mantendo firme e sereno, e preferencialmente que gere lucros acima de nossa média anual até o final desse período. 
  
Acho triste lucrar com uma desgraça mundial como essa, mas é menos triste do que se ainda por cima houvesse perdas. 
  

  
Fontes:  
https://www.verdeasset.com.br/performance/lista-de-fundos/ 
https://magnetis.com.br/fundos-de-investimento/verde-master-fundo-de-investimento-multimercado 
https://magnetis.com.br/fundos-de-investimento/tempo-capital-principal-fundo-de-investimento-de-acoes
https://magnetis.com.br/fundos-de-investimento/dynamo-cougar-fia 
https://magnetis.com.br/fundos-de-investimento/geracao-futuro-l-par-fundo-de-investimento-em-acoes 
https://magnetis.com.br/fundos-de-investimento/sparta-fundo-de-investimentos-em-acoes

https://magnetis.com.br/fundos-de-investimento/alaska-black-fundo-de-investimento-em-cotas-de-fundos-de-inv-9b8a46c2-c083-4837-8619-fd811f30bbaf

  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram

CONTATO

Para agilizar seu atendimento, por gentileza, preencha corretamente todos os campos abaixo:

© 2019 Saturno V Todos os direitos reservados. O Saturno V não comercializa nem distribui cotas de fundos de investimento ou qualquer outro ativo financeiro, fornecemos licença de uso do sistema automatizado.